sábado, 27 de abril de 2013

Lucas 18

O frio invade meu quarto

A solidão dorme comigo
Meu sorriso matinal não tem graça
Você não levou a lembrança do bêbado e louco.
Festas e beijos não me dizem nada
O passado não passou.
Meu amor mora escondido no meu coração
Sem razão de existir.
Ele não quer ir embora
Fico esperando o tempo que cura.
Acho que passaram mil anos e ainda chove
Olho fotos, digo aos intrusos
. Fora!
Você é o que eu ainda quero agora. Liger Pimenta

Sem comentários:

Enviar um comentário